LIMITES LATERAIS EXERCICIOS RESOLVIDOS PDF

Slideshare uses cookies to improve functionality and performance, and to provide you with relevant advertising. If you continue browsing the site, you agree to the use of cookies on this website. See our User Agreement and Privacy Policy. See our Privacy Policy and User Agreement for details. Published on Oct 28, SlideShare Explore Search You.

Author:Visar Tekasa
Country:Spain
Language:English (Spanish)
Genre:Environment
Published (Last):6 June 2004
Pages:474
PDF File Size:10.96 Mb
ePub File Size:4.43 Mb
ISBN:970-6-36244-164-1
Downloads:71231
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Sakasa



Exemplo 9. Este livro foi resultado da minhas aulas na Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde lecionei por 25 anos. O autor Abril O primeiro livro sobre o assunto foi publicado por Schofield e Wroth em Seguiram-se o de Atkinson e Bransby e o de Bolton A Fig.

Exemplo de boletim de sondagem em solo residual e em rocha filito , Paracatu, Minas Gerais. Quadro As areias de dunas apresentam uma granulometria quase constante devido ao tipo de agente transportador, o vento. Exemplo 1. A Fig 1. Classificar os resultados segundo Skempton. Para a camada de areia superior da Fig 1. Ao leitor interessado em mais detalhes, sugere-se consultar, por exemplo, Timoshenko e Goodier , Poulos e Davis ou Harr Tais componentes, quando arranjados segundo a matriz:.

Exemplo 2. Ora, como. Isso equivale a dizer que:. Exemplo 3. NT 2m. O diagrama pedido consta da Fig. Em outras palavras, independem do tipo de solo. Exemplo 4. A figura 4. O exemplo 4. Existem muitos programas de computador no mercado que permitem isso.

O autor utiliza o programa de elementos finitos Plaxis Brinkgreve, www. Uma sapata com semilargura de 5 m foi aplicada sobre 20 m de espessura de solo. Entretanto, como mostrado no exemplo 4. Isto pode ser constatado pela figura 4.

Isto corresponde a se tomarem os seguintes eixos coordenados s e t:. Plotar os resultados. Os resultados constam da figura 5. O primeiro Fig. Exemplo 5. Determinar a permeabilidade. Valores de permeabilidade O quadro 5. O coeficiente C pode ser tomado igual a 0, Os exemplos 5.

Considerando agora o valor de Fp por unidade de volume V, tem-se:. O autor ustiliza o programa PlaxisFlow www. Active pore pressures Phase number: 0 Phase time: 0 day, Extreme active pore pressure Observar que:.

No exemplo da Fig. O quadro 5. Considerando o perfil de solo da Fig. Para a amostra de solo da Fig. Resultados de ensaios realizados para o estudo da compressibilidade de areias Roberts, A figura 6. Resultados de ensaios realizados para o estudo da compressibilidade de areias Vesic e Clough, Observando a figura 6. O quadro 6. Exemplo 6. O segundo passo consiste em se prolongar a reta virgem, de forma a ser interceptada pelas abscissas correspondentes ao ciclo selecionado.

Ko em solos normalmente adensados: a argilas Ladd et al, e b areias Al Hussaini et al, A partir do ponto B se inicia o descarregamento do ensaio, tendo o material comportamento sobreadensado. Plotado da forma apresentada na figura 6. No primeiro enchimento pode ocorrer o colapso do aterro, conforme observado por Miranda Com base no quadro 6.

Usar quatro subcamadas. A figura 7. Cada componente do sistema corresponde a outro na amostra da figura 7. As figuras 7. Exemplo 7. Quadro 7. Terzaghi, publicado pela ABMS em Em seguida, foi plotada a figura 7. Considerando a espessura da camada mole abaixo da crista da barragem figura 7.

Com base nos dados do quadro 7. Os dados de tempo x recalque do quadro 7. Realizou-se um ensaio de permeabilidade in situ, cujos dados constam do quadro 7. Tipos de ensaio As figuras 8.

Cisalhamento direto Pioneiro dos ensaios de solo, o de cisalhamento direto figura 8. Cisalhamento simples O ensaio de cisalhamento simples figura 8. Cisalhamento torcional O ensaio de cisalhamento torcional figura 8. A ruptura ocorre, como no cisalhamento direto, segundo um plano predeterminado.

Rolamentos lineares at uando abaixo da caixa eliminam o atrito. Entre o pedestal e a amostra utiliza-se uma pedra porosa para facilitar a drenagem. A linha de drenagem na base do corpo-de-prova, indicada na figura 8.

No ensaio consolidado drenado CD figura 8. Ainda que em uma mesma amostra de solo, devido a dificuldades. O exemplo 9. A figura 9. As TTEs constam da figura 9. Os resultados constam da figura 9. Os trechos tracejados das curvas da figura 9. Exemplificando, a figura 9. Resultados de ensaios triaxiais CID figura 9. Para a areia densa, a fase de cisalhamento inicia no ponto A figura 9. O mesmo se aplica aos taludes de rocha Hoek, Com base nos resultados dos ensaios triaxiais CID realizados por Lee em areias compactas e fofas figura 9.

Para as duas areias, o ponto inicial das TTEs figura 9. O quadro 9. Os valores do quadro 9. Um ensaio de cisalhamento direto em areia densa apresentou os resultados do quadro 9. Quadro 9. A partir do quadro 9. Comentar os resultados. A figura

AMPELSTEUERUNG SPS PDF

_livro_fundacoes_veloso_lopes_vol_unico_2012.pdf

.

BELL CURVE METHOD OF PERFORMANCE APPRAISAL PDF

.

PILE FOUNDATION ANALYSIS AND DESIGN POULOS DAVIS PDF

.

Related Articles